Você já deve ter ouvido falar no jogo Minecraft, não é verdade? Afinal, ele se tornou um dos mais vendidos em todo o mundo e uma febre entre crianças e adolescentes. Existem até mesmo canais no YouTube que trazem dicas e informações sobre ele, além de muitos usuários que ensinam truques.

Mas esse game vai muito além do entretenimento, porque a estrutura com a qual foi desenvolvido também possibilita um grande aprendizado. Por isso, ele é utilizado pela Happy Code para trabalhar certas habilidades e conhecimentos com os alunos.

Mas você sabe de que forma a Happy Code faz isso? Então, continue lendo este artigo para entender de que maneira utilizamos esse jogo para estimular o aprendizado. Veja, também, exatamente o que é Minecraft, como e onde ele pode ser jogado e quais são os benefícios que traz para o aprendizado infantil. Acompanhe!

O que é Minecraft

O Minecraft teve um início muito discreto, sendo desenvolvido como um jogo independente, ou seja, que não foi criado por uma grande produtora. Ele é do tipo sandbox e traz um mundo aberto, no qual os jogadores podem explorar o espaço, adquirir recursos e construir qualquer coisa que quiserem.

O espaço é formado por blocos. Assim, seu visual é quadrado, em cubos. Embora pareça um gráfico arcaico, na verdade isso facilita trabalhar conceitos da matemática, geometria e ainda aqueles espaciais, de direção e conceitos cartesianos.

Sendo assim, trata-se de um game de exploração, descoberta e construção. O jogador precisa recolher recursos como madeira e metais para criar as suas construções com o intuito de sobreviver, dependendo do modo de jogo que foi escolhido. Afinal, também há desafios que precisam ser vencidos, numa espécie de teste de sobrevivência.

O jogador modifica o meio onde ele está, faz a combinação de recursos para obter materiais específicos, planta a sua própria comida, constrói a sua casa e outros itens de que precisará com o objetivo de continuar explorando esse mundo aberto e expandindo as suas criações.

Minecraft Education Edition

O Minecraft deixa o jogador totalmente livre para caminhar onde quiser e permite que sua criatividade seja explorada de forma quase ilimitada. Foram essas características que fizeram com que ele se tornasse um grande sucesso entre crianças e adolescentes.

Seu grande potencial teve reconhecimento, o que fez nascer a produtora Mojang, fundada pelo desenvolvedor do game. Mas esse sucesso chamou a atenção da Microsoft, que adquiriu o Minecraft em uma transação bilionária.

A empresa pagou 2,5 bilhões de dólares para ter o jogo e, depois que o comprou, lançou uma versão focada em escolas, a Minecraft Education Edition. Foi baseada no ensino STEM (Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática) para que as possibilidades do jogo fossem totalmente voltadas ao aprendizado de crianças e adolescentes.

Como jogar Minecraft

Originalmente, o Minecraft, embora tenha passado por diversas atualizações e recebido muitos recursos desde a sua criação, foi desenvolvido para se jogar sozinho. Tudo se inicia com o jogador em um mundo sem carregar consigo nenhum tipo de item.

Para que possa construir, ele precisa coletar blocos de terra, madeira, metais e outros elementos que podem ser combinados entre si. Ao unir esses blocos, ele faz construções das mais variadas e também altera o meio para criar lagos, plantações, pontes e tudo mais que desejar.

Como comentamos, o jogador precisa explorar o espaço em busca de comida e pode coletar sementes para plantar nos espaços que reservar para isso. É possível criar animais, explorar o mundo subaquático, pescar e ir para outras dimensões.

Mas existem desafios de sobrevivência no jogo: é preciso criar armas e esconderijos para escapar de animais ou criaturas perigosas. Assim, quanto mais o jogador explora o espaço, maiores são as possibilidades de criação, e ele encontra diversas fontes para adquirir recursos especiais.

Também é possível fazer modificações na programação do jogo, porque ele tem um código-fonte aberto (opensource). Isso significa que, quando o jogador tem conhecimentos de programação, consegue alterar esses códigos para transformar o jogo conforme a sua vontade.

Onde jogar Minecraft

O Minecraft pode ser jogado no celular e em tablets por meio da sua versão mobile. Mas é verdade que, nesses aparelhos, fica um pouco mais difícil explorar todo mundo aberto em função das dimensões reduzidas da tela.

Porém, também existem versões para o computador e, depois que a Microsoft adquiriu o game, ele é encontrado para consoles. Assim, fica mais fácil controlar o personagem, bem como ter uma visão ampla de tudo que está ao redor.

Não é um jogo gratuito, portanto, é preciso adquirir a sua versão para aparelhos mobile ou para o computador. No caso de preferir jogar pelo videogame, ele pode ser baixado diretamente para o console ou jogado pelo CD.

Benefícios do Minecraft para o aprendizado das crianças

Como dito, o gráfico com qual o jogo foi desenvolvido favorece trabalhar diversos conceitos. A matemática, por exemplo, ao ser trazida para dentro do jogo, se torna um campo de saber mais prazeroso pela possibilidade de aprender de uma forma agradável e interessante.

O modo como o jogador precisa explorar o espaço também favorece o aprendizado, já que ele deve criar os seus próprios recursos em muitos momentos. Além disso, toda essa gama de possibilidades estimula de forma significativa a imaginação.

Também é preciso desenvolver estratégia para encontrar os recursos e modificá-los. Essa habilidade é ainda mais expressiva quando o jogador opta pelo modo sobrevivência, no qual ele deve se proteger contra os perigos que surgem à noite.

Em função de poder modificar a programação do jogo, temos mais um fator de aprendizado. O jogador tem a liberdade de fazer alterações no código e isso o estimula inovar para otimizar o game e buscar soluções para problemas encontrados durante a partida.

Uso da ferramenta Minecraft pela Happy Code

Entre as diversas possibilidades de aprendizado que o jogo Minecraft proporciona, a Happy Code explora aquela que trabalha a programação do game. Afinal, essa foi uma das razões da sua grande popularidade.

Como as crianças e adolescentes já conhecem a dinâmica do jogo, fica muito mais fácil entender os conceitos de programação criando modificações no código. Elas já dominam as mecânicas do game, conseguem perceber a codificação dele e como ela influencia na estrutura do mundo. Sabem, em teoria, qual é o efeito que cada um daqueles códigos produz.

Sendo assim, primeiramente nós pensamos nos objetivos de aprendizagem, aquilo que desejamos ensinar, para que relacionemos esses conteúdos com as possibilidades praticamente infinitas que o Minecraft oferece.

Desse modo, não focamos o jogo para estimular o aprendizado, mas sim planejamos aquilo que queremos que os alunos aprendam e estudamos de que maneira o game contribui para que essa aprendizagem se torne mais agradável e tenha uma fácil assimilação.

Assim, não ensinamos como jogar, mas programar dentro do jogo a fim de solucionar problemas e desestigmatizar áreas de conhecimento, como a matemática. Desse modo, os alunos percebam que ela não é uma “coisa chata” e pode ser aprendida de uma forma interessante e divertida. Por fim, aqui na Happy Code, trabalhamos essas habilidades com crianças a partir de seis anos, em nosso curso de férias.

Jogar Minecraft já estimula habilidades em crianças e adolescentes, mas, ao explorar o game com foco mais amplo, como fazemos na Happy Code, o aproveitamento dos seus recursos é muito maior. Assim, aquilo que parece ser apenas diversão se torna conhecimento, alcançando um objetivo maior do que apenas jogar, focando a aprendizagem.

Saiba mais sobre como a Happy Code utiliza o Minecraft e os cursos disponíveis para crianças e adolescentes! Agende uma aula experimental agora mesmo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *