A habilidade de comunicação é indispensável para se tornar bem sucedido no século XXI e necessária em todas as etapas da vida. Saber ler, escrever e ouvir são componentes essenciais e que podem ser desenvolvidos através das inovações do mundo digital.  A tecnologia está desempenhando um papel muito importante no aprimoramento das habilidades de comunicação de estudantes e a escrita e leitura dos alunos podem atingir máximo potencial usando tecnologia sob a orientação sólida de seus professores.

Pesquisas sobre o efeito da tecnologia no desenvolvimento das habilidades de linguagem e alfabetização tem oferecido evidência para efeitos favoráveis ??de livros de formato digital. Um estudo americano da Metapress, mostrou que os materiais de leitura digital se tornaram comuns nas salas de aula em países em desenvolvimento e estão auxiliando na transmissão de informações para crianças de forma lúdica e assertiva.  Este estudo mostrou que e-books também estão sendo cada vez mais usados para ensinar leitura para crianças com dificuldades de leitura, transtornos de aprendizagem e dislexia.

A tecnologia pode ser usada para melhorar a capacidade de leitura de várias maneiras, seja para melhorar e sustentar os níveis de interesse da geração que nasceu conectada, melhorar o vocabulário, a fluência e até mesmo a compreensão de palavras visuais por meio da leitura em um computador ou tablet. Nas habilidades de escrita, os softwares de processamento de texto promovem não apenas a composição, mas também a edição e revisão de maneiras que simplificam a tarefa de escrever. A publicação eletrônica e a publicação na Web permitem que o trabalho seja levado além da sala de aula para um mundo virtual com interações mais construtivas e a possibilidade de incorporar outras mídias em um documento escrito (por exemplo, figuras, gráficos, vídeos, etc.) aumenta ainda mais a interatividade na escrita.

Margaret Hawkins, professora da Universidade de Wisconsin nos Estados Unidos, afirma que a comunicação online oferece mais oportunidades de expressão e discurso significativo do que discussões face a face, assim como maior produção linguística, mais envolvimento dos alunos e interação multidirecional. Ela também acredita que as escolas que não consideram as inovações tecnológicas como educativas, especialmente no campo da educação linguística, estão perdendo a tecnologia como uma grande aliada.  

A comunicação oral aprimorada por tecnologia é realmente útil, pois permite que estudantes de locais remotos ou de todo o mundo se comuniquem oralmente por meio de ferramentas de videoconferência e áudio. Por exemplo, estudantes brasileiros podem superar o problema do contato insuficiente com falantes nativos da língua inglesa usando ferramentas de áudio e vídeo on-line para falar com nativos da língua em plataformas seguras e, assim, permitindo o desenvolvimento de habilidades auditivas, vocais, visuais e cognitivas que são importantes no aprendizado linguístico. Estas conversas podem ajudar falantes não nativos de uma língua com a prática de linguagem natural e sotaques culturais, de maneira que até agora não eram possíveis devido à distância. Realmente, não há dúvida de que o aprendizado de idiomas com auxílio da tecnologia e a comunicação mediada por computadores e smartphones melhoram as experiências de ensino e aprendizagem nas áreas de linguística e inteligência de linguagem.

 

Sobre a Happy Code

A Happy Code é uma escola de tecnologia e inovação, criada a partir da necessidade do ensino de competências digitais para uma geração que já nasceu conectada. Nosso método de ensino é baseado no conceito global STEM – Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática – que trabalha disciplinas fundamentais na formação de alunos mais preparados para lidar com os novos desafios da era digital.

Oferecemos cursos interativos de programação, desenvolvimento de games e aplicativos, robótica com drones, Internet das Coisas e mais, introduzindo os alunos a um ambiente inovador como o exigido pelo mundo atual. Por meio do aprendizado baseado em projetos, nosso conteúdo estimula o raciocínio, a criatividade e o pensamento crítico.