O modelo de negócios da Happy

O modelo de negócios da Happy Mais que uma franquia de educação, o modelo de negócios da Happy é uma proposta inédita de ponta a ponta. A Happy é o maior hub educacional do Brasil. Nosso modelo

Read More »

Por que abrir uma Happy?

Por que abrir uma Happy? A Happy é o maior hub educacional do Brasil. Através de uma proposta inédita, está revolucionando a educação no país. Se você pensa em abrir uma

Read More »

As vantagens de abrir uma franquia

As vantagens de abrir uma franquia O mercado de franquias está passando por uma recuperação pós pandemia. Além disso, há diversas vantagens de investir nesse

Read More »

O mercado empreendedor é delas

O mercado de empreendedor é delas Cresceu o número de mulheres no mercado empreendedor. Este fato aponta para mudanças fundamentais. As mulheres representam 48,7% do

Read More »

O modelo de negócios da Happy

Mais que uma franquia de educação, o modelo de negócios da Happy é uma proposta inédita de ponta a ponta. A Happy é o maior hub educacional do Brasil. Nosso modelo de negócios está revolucionando a educação no país e tivemos este reconhecimento da Revista Exame, inclusive. Preparamos este artigo para você conhecer melhor nossa proposta. A Happy é uma franquia de educação. Como franquia, proporciona aos investidores a segurança e rentabilidade que apenas uma franqueadora pode proporcionar. Entre os muitos benefícios para os franqueados, está a consolidação da marca, auxílio na gestão, bons fornecedores, padrões testados e aprovados para a unidade e processos de trabalho, capacitações, treinamentos e suporte no dia a dia. E atuando no setor de educação, a Happy contribui para suprir a grande demanda educacional do Brasil, na medida que aproveita as oportunidades do cenário promissor da educação mundial. Mais que uma franquia, somos o primeiro hub educacional do Brasil. Antes de explicar a relevância disso, vamos primeiro entender o conceito de hub. Imagine, por exemplo, um sol desenhado por uma criança, normalmente é feito um círculo, de onde saem vários riscos em volta, não é mesmo? De forma análoga, no mundo dos negócios um hub é uma empresa central com outros negócios menores conectados. A grande vantagem desse modelo é a facilidade para a expansão, pois outros negócios podem ser facilmente anexados à empresa. Agora, imagine as possibilidades para um hub educacional. De forma resumida, estamos falando de um modelo de negócios que pode ofertar facilmente novos serviços educacionais. Desse modo, a Happy pode aumentar progressivamente seu portifólio de produtos e, assim, beneficiar seus franqueados com novas possiblidades para faturamento.

Os negócios da Happy

Atualmente, a Happy trabalha com três frentes distintas, sendo eles a Happy Code, Money e Speech. O currículo Code é voltado para a programação, maker e robótica. A proposta deste negócio é ensinar a tecnologia que vai além de aplicativos de texto e planilhas. Nas aulas os alunos “aprendem a aprender”, desafiados a pensar e raciocinar o tempo todo, buscando soluções para problemas reais. Na prática, criam seus próprios jogos, desenvolvem novas tecnologias e são inseridos no mundo digital. Assim, a Happy Code prepara os novos profissionais que atuarão nas profissões do futuro. A Happy Money desenvolve nos alunos a educação financeira. Muito mais que matemática financeira, os alunos aprendem nas aulas o valor de seus recursos e como utilizá-los para alcançar seus objetivos e sonhos. Além disso, aprendem a reconhecer o valor do dinheiro para a história da civilização. Na prática, desenvolvem atividades em equipe e ser divertem, enquanto são capacitados para o mundo profissional e principalmente, para realizarem sonhos relacionados ao dinheiro. A Happy Speech capacita os alunos para uma boa comunicação e oratória. Este negócio é uma solução para um problema global, já que praticamente 100% das pessoas têm medo de falar em público e 75% delas afirmam sentir alguma ansiedade nessa hora. Nas aulas, os alunos aprendem a expressar suas ideias enquanto falam de problemas reais. Nas atividades, se divertem enquanto fingem discursar na ONU, por exemplo. Assim desenvolvem também maior autoconfiança. Na Happy, todo conhecimento é transmitido por meio do método Lean Educational Technology (LET), desenvolvido por nossa equipe educacional, baseado no método STEM. O LET utiliza metodologias ativas de ensino, protagonizando o aluno na produção do conhecimento. Assim, o aluno desenvolve as competências e habilidades do século 21: liderança, proatividade, criatividade, trabalho em equipe, criatividade, raciocínio lógico, entre outras. E todo o currículo da Happy é organizado dentro do que chamamos de Árvore do Conhecimento inicia pela raiz até chegar à copa da árvore, os alunos passam por diversas etapas, de acordo com suas faixas etárias, recebendo formação contínua no decorrer dos anos rumo ao pensamento ilimitado.

Seja Happy

Agora que você conheceu um pouco mais sobre nosso modelo de negócios, deixamos o convite: seja Happy! Na prática, você precisará de três coisas: um local para sediar sua unidade, o investimento e sua disposição. Quanto ao local, não é necessária uma grande estrutura, até porque serviços educacionais não exigem um grande estoque. Em relação ao investimento, a Happy proporciona uma lucratividade entre 30% e 35%, com ponto de equilíbrio em alguns meses e retorno do investimento entre 28 a 36 meses. Por fim, quanto a disposição, lembre-se disso: as perspectivas para o mercado de educação são as melhores e investir em educação é uma questão de propósito.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *