As estratégias educacionais não são mais as mesmas depois do avanço da tecnologia. Nesse cenário, é fundamental compreender para que serve a robótica, a sua relação com a programação e como elas podem ser importantes para a educação do seu filho.

Com a expansão das ferramentas modernas, novas abordagens estão sendo pensadas para estimular um aprendizado mais eficiente e interessante para as crianças e os adolescentes. Se quiser aprofundar seus conhecimentos sobre o assunto, é importante entender melhor qual o papel desses recursos no aprendizado.

Acompanhe este artigo e descubra como essas atividades otimizam o ensino e ajudam a desenvolver habilidades importantes nas crianças. Boa leitura!

Como a tecnologia atua no ambiente escolar?

Os alunos de hoje são os chamados nativos digitais, pois já nasceram em contato com as tecnologias modernas — como computadores, celulares e internet. Por isso, é importante aplicar esses e outros recursos ao ensino, a fim de conquistar o interesse e atrair os estudantes ainda mais para os estudos.

O seu filho, provavelmente, já passa bastante tempo conectado. Por isso, o desafio não é necessariamente removê-lo desse contexto, mas utilizar as ferramentas certas para melhorar o aprendizado. Ou seja, para que ele aprenda enquanto se diverte. Conheça algumas possibilidades.

A educação 3.0

A educação atual, chamada de 3.0, é baseada em maiores incentivos à autonomia dos alunos, que passam a estudar com recursos diferentes e abordagens específicas para as suas necessidades. Eles saem do papel de meros ouvintes para o de construtores do próprio aprendizado.

Com problemas da vida real, iguais aos de um contexto profissional, o ensino prepara melhor seus alunos para o futuro e para o mercado de trabalho. Além disso, é possível ajudar a criança e o jovem na sua vida pessoal e social também, com o convívio com outras pessoas e o ensino de habilidades interpessoais.

O apoio da tecnologia

A tecnologia possibilita tudo isso, pois oferece uma série de oportunidades para que os professores personalizem assuntos e utilizem as ferramentas que são de fato cobradas no mundo profissional.

Atividades como programação e robótica, que são cada vez mais demandadas no mercado, passam a fazer parte do cotidiano dessas crianças.

O contato com essas áreas viabiliza o desenvolvimento de uma visão mais ampla, uma vez que o aluno começa a enxergar o mundo com os conhecimentos técnicos. Devido a isso, ele ganha uma nova percepção de si, dos outros e do mundo ao redor.

O Movimento Maker

O aprendizado da programação e da robótica convida os estudantes a criarem de hardwares a softwares. Esse incentivo a “por a mão na massa” e construir coisas é chamado de movimento maker.

Com isso, o aprendizado ganha uma característica mais prática, a partir da bagagem teórica que desenvolvem. Ambas andam juntas para que os alunos consigam aplicar os conceitos e criarem coisas que possam ser usadas por eles mesmos e por outras pessoas.

A cultura maker na escola depende de espaços adequados, como os laboratórios de aprendizagem maker. Nesse local, devem ser oferecidos aos estudantes os recursos que permitam a exploração das tecnologias e da sua criatividade, de maneira segura e proveitosa.

A gamificação

A gamificação é outra excelente proposta pedagógica, que explora de maneira eficaz as tecnologias e os elementos que fazem parte dos momentos de lazer dos estudantes. Nesse sentido, o professor pode usar os jogos para ensinar de maneira lúdica e divertida.

Da mesma forma, a partir do conhecimento da programação, os alunos podem aprender a criar os jogos que serão experimentados pela turma. É uma alternativa que permite, também, a interdisciplinaridade e ajuda a aproximar os colegas.

A gamificação faz parte do grupo de metodologias ativas de aprendizagem, que transformam o aluno em protagonista. Ela é bastante eficaz para a fixação dos conteúdos e a sua aplicação prática, além de muitos outros benefícios.

Para que serve programação e robótica e quais os benefícios?

Agora que você já conhece algumas das maneiras de explorar esses recursos na educação, é importante saber para que serve a robótica e a programação no desenvolvimento escolar.

Para isso, conheça alguns benefícios dessas atividades específicas quando aplicadas ao ensino de crianças.

Estimula o relacionamento saudável com a tecnologia

A primeira característica é um relacionamento mais saudável com a tecnologia. Afinal, os nativos digitais já estão sempre em contato com essas ferramentas, mas o estudo dessas áreas faz com que eles realmente aprendam algo importante para a vida com o uso desses recursos do dia a dia.

Além disso, o estudante começará a usar melhor a internet, pesquisará melhor sobre assuntos importantes, extrairá vantagens da rede e a enxergará como uma fonte de conhecimento, e não somente como diversão.

Isso é importante também para oferecer mais segurança aos jovens nos meios digitais. A partir da compreensão do seu funcionamento e também dos riscos, eles podem se proteger dos diversos riscos e evitar a exposição.

Como se trata de uma realidade em nossa vida moderna, é fundamental que exista uma educação digital que proporcione o melhor uso dessas ferramentas.

Incentiva o engajamento

Também é possível estimular o interesse dos alunos pelos estudos, bem como o engajamento nas tarefas da escola. Isso porque a programação e a robótica envolvem atividades divertidas e empolgantes, que ensinam e servem para manter a criança conectada.

Ao se deparar com um problema e um cenário, o estudante vai começar a se importar com fatores do mundo real para buscar a solução. A robótica, especialmente, confere um senso de criação e de autoria que é muito interessante para o seu filho.

Assim, ele estará sempre muito satisfeito com as tarefas e com a busca pelo conhecimento. Quando começar a perceber os robôs funcionando, como nos filmes ou em vídeos na internet, ficará orgulhoso de suas capacidades, o que é muito bom para sua autoestima.

Desenvolve o raciocínio lógico

A programação e a robótica envolvem relações de causa e efeito, além de fluxos de etapas que sucedem uma saída lógica para uma determinada entrada. Isso tudo está associado com o pensamento lógico e com o raciocínio preciso, típicos de áreas das ciências exatas, como matemática e física.

Assim, a criança aprende essa habilidade e consegue objetividade na solução de problemas, tanto os da escola quanto os da vida real, com maior organização das ideias. Ela tem contato com conceitos complexos, porém, de maneira espontânea e conectada com a prática.

pensamento crítico é estimulado, com a análise completa dos problemas, bem como o planejamento, a pesquisa e a investigação. É preciso relacionar muitas informações, para que se chegue ao resultado esperado, o que é ótimo para o raciocínio.

Estimula a criatividade

As atividades dessas áreas também envolvem a criatividade. Ou seja, as crianças precisarão desenvolver diferentes maneiras de resolver um problema e imaginar soluções próprias.

O pensamento criativo não é algo nato, mas uma habilidade que pode ser desenvolvida. Isso acontece quando existem os estímulos adequados, especialmente durante a infância.

Na programação, o aluno usará as regras de uma linguagem para definir um caminho até a solução de um desafio. Já na robótica, ele também usará a programação e precisará da capacidade de montar objetos físicos que se movimentam e realizam determinadas ações.

Além disso, quando a instituição oferece oficinas para a aprendizagem maker, os estudantes desenvolvem muito a inventividade. Tudo isso estimula o pensamento investigativo e curioso, para sempre buscar alternativas inovadoras.

Incentiva o trabalho em equipe

Da mesma maneira, a tecnologia e suas áreas correlatas ajudam a desenvolver o espírito de equipe nas crianças, com a compreensão de que elas podem alcançar seus resultados se tiverem a ajuda de outras pessoas.

Quando se trabalha com projetos, por exemplo, é fundamental contar com um grupo em boa sintonia, para que os objetivos sejam alcançados. Nesse contexto, a participação de todos é fundamental.

Assim, as crianças aprenderão a considerar as ideias dos colegas, a serem humildes diante deles e a cooperarem para chegar a um fim. Vão aprender também a evitar brigas e discussões bobas, em prol do resultado e da eficiência.

Essas habilidades, e a capacidade de gerência de tempo e de pessoas, serão muito utilizadas pelas crianças e jovens quando eles forem mais velhos, tanto em suas relações pessoais quanto para o mundo do trabalho.

Isso é fundamental para cultivar habilidades sociais, como comunicação, respeito e empatia, o que vai preparar o seu filho para a vida, tanto na escola e no trabalho quanto no dia a dia com a família, por exemplo.

Desenvolve as habilidades em inglês

A programação é baseada em linguagens escritas em inglês. Os comandos são nesse idioma e o material para estudo também. Com a expansão do seu uso no Brasil, já existem conteúdos traduzidos para o português, mas, a maior parte ainda está em inglês.

Por essa razão, seu filho terá a oportunidade de se aprofundar no segundo idioma mais falado do mundo e ter um bom contato com suas regras para alcançar a fluência.

O aprendizado dessa língua depende muito do uso e do quão familiarizado o estudante está com o idioma e, ainda, de como a escola proporciona isso. Com as tarefas citadas, os estudantes começam a aplicar o inglês na vida deles e a aprender de forma espontânea e natural.

A tecnologia e a educação aliadas têm gerado uma série de benefícios importantes para os alunos, como as habilidades requeridas pela vida no século atual — tanto as cognitivas quanto as socioemocionais. Saber para que serve a robótica e conhecer as vantagens do seu uso apresentadas neste post ajuda na preparação para o mercado de trabalho e também para o aprendizado dessas competências.

Para conseguir explorar da melhor forma o potencial das ferramentas tecnológicas na educação, é importante contar com o suporte de uma empresa experiente e especializada nas metodologias modernas, como a Happy Code. Entre em contato para nos conhecer melhor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *