O relacionamento entre pais e filhos continua sendo um tema muito importante, afinal, é principalmente no seio familiar que se formam os novos cidadãos. Por isso, podemos dizer que a base da nossa sociedade depende muito da maneira como as novas gerações são criadas.

Mas a educação e a criação são grandes desafios, porque não existe uma receita ideal, uma fórmula secreta, tampouco um manual de instruções que mostre exatamente como isso deve ser feito. De toda forma, é fundamental que a relação entre pais e filhos seja muito bem estabelecida.

Como surgem dúvidas e dificuldades ao longo desse caminho, preparamos este artigo para explicar por que é tão importante se aproximar dos seus filhos. Veja algumas dicas de como melhorar a relação com eles para ter uma convivência harmônica e, ao mesmo tempo, contribuir de forma positiva para o seu desenvolvimento. Acompanhe!

A complexidade da criação de um filho

Seria muito bom se cada filho viesse com o seu manual de instruções, da mesma forma como quando compramos um carro ou eletrodomésticos, mas a vida real não é assim. Justamente por isso, os pais podem ter dificuldade para educar e criar as crianças.

Embora existam muitas teorias e estudos que mostram como o desenvolvimento acontece, quando se trata da prática, as coisas parecem ser bem diferentes. Os desafios surgem constantemente e estão sempre mudando.

Porém, manter um bom relacionamento entre pais e filhos é fundamental, pois a família é a primeira base social que as crianças encontram. É nesse pequeno universo que elas são treinadas, digamos assim, para viver no mundo lá fora.

Também cabe aos pais a tarefa de contribuir para o desenvolvimento de habilidades e competências que são essenciais para que os pequenos cresçam de forma saudável, tenham um bom aprendizado e estejam prontos para vencer os desafios que a vida traz.

A maternidade e a paternidade são cercados por muitas dúvidas, incertezas e até mesmo culpa. Os pais sempre acreditam que poderiam ter feito diferente, que existia uma forma melhor de agir, que estão falhando de alguma maneira, mas esse pensamento demonstra o desejo de acertar e impulsiona a busca pela melhor forma de se relacionar com os filhos.

A importância do relacionamento entre pais e filhos

Não podemos negar que toda essa complexidade para criar um filho pode deixar os pais um pouco perdidos sobre o que fazer. Porém, é muito importante entender os próprios questionamentos e estar sempre em busca de informações para agir corretamente.

O primeiro passo é se preocupar em manter um bom relacionamento entre pais e filhos, afinal, é fundamental que você tenha a confiança deles para que tenham em você um modelo, um porto seguro, alguém com quem podem contar em qualquer momento.

Devemos, sim, criá-lo com a consciência de que conduzirão sua própria vida, no entanto, as bases familiares não podem ser perdidas, para vocês não se tornarem estranhos uns para os outros. Sendo assim, seus filhos precisam saber que você estará sempre ali para dar apoio, incentivo, carinho e compreensão quando necessário.

O bom relacionamento entre pais e filhos contribui de diferentes maneiras para o desenvolvimento dos pequenos em todas as etapas. A seguir, listamos alguns motivos que explicam por que você precisa cultivar essa relação saudável.

O desenvolvimento cognitivo da criança depende dos pais

O desenvolvimento cognitivo consiste em descobrir e aperfeiçoar habilidades para que a criança consiga entender como o mundo funciona, como se dão as relações entre as pessoas, como as coisas se influenciam e como seu próprio corpo e mente funcionam.

Ela precisa vivenciar experiências e ter suas perguntas respondidas para alcançar esse aprendizado. Isso depende muito dos pais, pois esse desenvolvimento se inicia durante a fase de bebê e se prolonga até o final da adolescência e para a vida adulta.

Os valores são transmitidos pela família

Um bom relacionamento entre pais e filhos também é fundamental para formar cidadãos éticos e conscientes do seu papel. É a família que transmite os valores para as novas gerações, apresentando o certo e o errado.

É verdade que, muitas vezes, isso pode ser descoberto lá fora, mas o princípio de tudo é em casa, aprendendo, por exemplo, as palavrinhas mágicas, a importância da empatia, da solidariedade, da tolerância, da paciência e do respeito, entre outros valores que são fundamentais para a convivência em sociedade.

O aprendizado tem início em casa

Frequentemente, a preocupação dos pais é quanto ao aprendizado que seus filhos terão na escola, no entanto, ele se inicia muito antes. É dentro de casa que a criança aprenderá coisas mais básicas, porém fundamentais para sua vida, como a andar, se vestir, usar talheres, fazer a higiene pessoal, manter o ambiente organizado, tratar bem as pessoas, entre muitos outros.

Esse tipo de aprendizado é um dos mais importantes, pois garante que a criança saberá viver em sociedade e cuidará de si mesma, mas não se resume a isso, porque os pais também ensinam o nome das coisas, como se alimentar, as cores, entre outras informações que formarão o conhecimento prévio dos pequenos e a base que eles utilizarão na escola.

Como melhorar a relação com seu filho

Como você viu, o relacionamento entre pais e filhos é fundamental para que as crianças se desenvolvam de forma saudável, mas é importante que os adultos entendam que essa relação não é perfeita e que os dois lados aprendem com a convivência. Os erros vão acontecer, mas, para estreitar os laços e formar um vínculo forte e saudável, não é preciso que tudo sejam flores.

Não é interessante que você faça todas as vontades do seu filho, porque não é disso que ele precisa. Os pontos fundamentais são a sua presença, seu interesse, a sinceridade, o apoio, o carinho, a compreensão e o incentivo, entre outros, mas ele também deve compreender que certos limites precisam ser respeitados.

Tenha certeza de que dizer “não” não causará nenhum trauma, sendo algo importante para que a criança consiga lidar com frustrações e aprenda que é necessário esforço para alcançar metas e objetivos. Isso não fará com que seu filho tenha menos amor por você.

A seguir, deixamos algumas dicas para que você entenda como melhorar essa relação com ele, a fim de proporcionar boas experiências e um impacto positivo no desenvolvimento:

  • dê atenção ao seu filho quando ele falar com você;
  • olhe para a criança quando ela estiver falando e quando você falar;
  • conte suas experiências e fale sobre a sua própria vida;
  • dê abertura para que o seu filho converse com você;
  • esteja sempre disposto a ouvir e ajudar;
  • procure entender e instruir sem fazer julgamentos ou críticas destrutivas;
  • responda às perguntas com sinceridade;
  • esteja presente em momentos importantes;
  • reserve um tempo para passar com seu filho;
  • planeje atividades em família;
  • pergunte como foi o dia;
  • saiba ser firme quando necessário.

Para manter um bom relacionamento entre pais e filhos, não é preciso consentir com tudo, mas é importante estar presente e sempre demonstrar interesse e disposição para ajudar. Dessa forma, os vínculos de confiança serão estabelecidos, e as marcas positivas permanecerão por toda a vida.

Sabia que você pode receber informações interessantes como essas diretamente em seu e-mail? Assine a nossa newsletter e tenha acesso a novidades em primeira mão!