É inegável que as ferramentas tecnológicas deixaram de ser meros acessórios e se transformaram em recursos fundamentais para nosso cotidiano, concorda? Levando isso em conta, você já se perguntou se valeria a pena matricular seu filho em um curso de robótica com drones?

Para que você fique por dentro do assunto, preparamos este texto bastante especial a respeito do tema. Ao longo do conteúdo, explicaremos quais são os benefícios do ensino de robótica para crianças, como esse aprendizado tende a ser um diferencial no futuro e muito mais. Acompanhe até o fim para não perder nenhum detalhe!

Quais são os principais benefícios do ensino de robótica para a educação do seu filho?

Uma das maiores vantagens desse processo de aprendizagem é que ele é totalmente voltado aos desafios do século 21. Ou seja, um curso de robótica ajuda a preparar seu filho para lidar com questões presentes em diferentes âmbitos da vida humana — seja na profissão, seja na experiência pessoal.

As situações vivenciadas em nosso dia a dia, por exemplo, exigem um preparo cada vez mais voltado ao raciocínio lógico. Repare à sua volta: não é por acaso que os mais novos demonstram certa facilidade para lidar com dispositivos eletrônicos, como smartphones. Isso acontece porque eles já nasceram na era digital. Portanto, prepará-los desde cedo é uma forma de potencializar inúmeras competências.

Ao se deparar com conceitos robóticos mexendo em drones, crianças e adolescentes são estimulados a resolver problemas distintos, que acontecem durante a montagem e desmontagem do aparelho. De forma prática e interativa, eles são levados à missão de entender como funcionam vários conceitos de programação.

Mais do que entender que os cabos são responsáveis pela conexão elétrica, esse tipo de curso representa uma excelente oportunidade para aprimorar valores como:

  • capacidade de solucionar situações-problema;
  • trabalho em equipe;
  • raciocínio lógico;
  • inovação;
  • foco e controle de tempo;
  • entre outros.

Caso resolva matricular seus filhos em cursos como esse, saiba que, independentemente do módulo ou das teorias praticadas em sala de aula, ele se desenvolverá em vários sentidos que vão além da parte técnica. Ao trabalhar com outras crianças e ver resultados gerados por ações próprias, eles também entenderão a importância da autonomia e da criatividade.

Por que esse curso pode ser um diferencial no futuro?

Até aqui, você já entendeu que seu filho tem muito a ganhar ao aprender robótica com drones, certo? Apesar disso, você ainda pode ter dúvidas sobre como esse aprendizado ajudará seus pequenos no futuro. Afinal, de quais formas esse curso pode interferir na trajetória dentro do mercado de trabalho, por exemplo?

Um aluno que passa por esse tipo de ensino, adquire não só as habilidades socioemocionais já mencionadas — tão importantes para empreender ou ter boas relações com colegas de trabalho —, mas também aprende técnicas que poderão ser aplicadas em diversas áreas.

Lembre-se de que, antes da popularização dos computadores e do acesso à internet, saber utilizar determinados softwares era algo exigido apenas em algumas carreiras. Com o crescente uso dessas ferramentas, diversos profissionais precisaram aprender a lidar com recursos ligados à computação.

Portanto, usar drones para aprender robótica ou fazer cursos de tecnologia não quer dizer que seu filho deverá trabalhar com programação ou tecnologia da informação, necessariamente. Aliás, muito pelo contrário, porque a ideia é contribuir com o desenvolvimento do pensamento crítico e raciocínio lógico em geral, algo valioso para qualquer profissional.

Para entender como essas noções podem ser úteis de inúmeras formas, basta olhar para a situação na qual se encontram profissionais que atuavam em setores até então distantes do universo tecnológico. Nas últimas décadas, eles provavelmente se reciclaram e passaram a mexer em um ou mais softwares indispensáveis ao exercício da profissão.

Como funciona o curso de robótica com drones da Happy Code?

A Happy Code é conhecida por trabalhar com uma metodologia bastante inovadora, cuja finalidade é preparar seus alunos para as oportunidades da era digital. Não é por acaso que uma parcela significativa dos cursos prioriza a resolução de problemas reais, que os jovens conseguem visualizar e entender.

Isso porque pais e alunos precisam compreender a aplicabilidade do que se aprende em sala de aula — a razão de o conceito ser importante, de quais formas essa técnica pode ser útil e assim por diante. Para arquitetar esse curso, que é uma novidade, fizemos uma análise do mercado e nos preparamos para atender os alunos da melhor maneira possível.

Por que aprender robótica com drones?

Há 10 anos, os drones praticamente não faziam parte de nossas vidas. Apesar de instrumentos diferentes serem usados em outras escolas com o objetivo de introduzir as crianças à robótica, esse aparelho voador tem um grande potencial para captar a atenção dos pequenos, porque é muito atrativo. Em pouco tempo, eles querem entender o que é preciso fazer para que um robô saia voando por aí: a complexidade é um desafio pessoal, que estimula o desenvolvimento.

Usar isso com algo que está em alta é inovador na educação brasileira. Tanto que é bem difícil encontrar outra instituição que trabalhe com ênfase nesses dispositivos — a Happy Code tem um trabalho de excelência nesse sentido.

Como o curso é organizado?

Ele é dividido em dois módulos. Ambos envolvem questões relativas à programação e à robótica, sempre associadas à montagem e à desmontagem dos drones.

A diferença básica entre eles é que, no primeiro, usamos uma linguagem chamada block. O aluno consegue, por meio de pequenos blocos de comando, aumentá-los e formar uma lógica de programação de modo bem prático.

No segundo módulo, eles desenvolvem a programação a partir da famosa linguagem C++, avançando no nível de conhecimento. Dessa maneira, eles conseguem programar o drone, de fato, para que ele funcione.

Vale lembrar que o projeto fica com os alunos — eles modelam, inclusive, o chassi de um drone. Nos dois cursos, na fase final, os projetos são apresentados para os pais. Os cursos são amplos e podem ser aproveitados por jovens de 8 a 17 anos de idade.

Enfim, aprender robótica com drones pode fazer toda a diferença na formação de seus pequenos. Não deixe de considerar essa possibilidade, pois ela tende a gerar um impacto positivo no futuro deles.

Agende agora uma aula experimental grátis na unidade mais próxima!